Salmos 65

1 A ti, ó Deus, espera o louvor em Sião, e a ti se pagará o voto.

2 Ó tu que ouves as orações, a ti virá toda a carne.

3 Prevalecem as iniqüidades contra mim; porém tu limpas as nossas transgressões.

4 Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar a ti, para que habite em teus átrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo.

5 Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra, e daqueles que estão longe sobre o mar.

6 O que pela sua força consolida os montes, cingido de fortaleza;

7 O que aplaca o ruído dos mares, o ruído das suas ondas, e o tumulto dos povos.

8 E os que habitam nos fins da terra temem os teus sinais; tu fazes alegres as saídas da manhã e da tarde.

9 Tu visitas a terra, e a refrescas; tu a enriqueces grandemente com o rio de Deus, que está cheio de água; tu lhe preparas o trigo, quando assim a tens preparada.

10 Enches de água os seus sulcos; tu lhe aplanas as leivas; tu a amoleces com a muita chuva; abençoas as suas novidades.

11 Coroas o ano com a tua bondade, e as tuas veredas destilam gordura.

12 Destilam sobre os pastos do deserto, e os outeiros os cingem de alegria.

13 Os campos se vestem de rebanhos, e os vales se cobrem de trigo; eles se regozijam e cantam.

1 Magistro chori. PSALMUS. David. Canticum.

2 Te decet hymnus, Deus, in Sion;et tibi reddetur votum in Ierusalem.

3 Qui audis orationem,ad te omnis caro veniet propter iniquitatem.

4 Etsi praevaluerunt super nos impietates nostrae,tu propitiaberis eis.

5 Beatus, quem elegisti et assumpsisti; inhabitabit in atriis tuis.Replebimur bonis domus tuae,sanctitate templi tui.

6 Mirabiliter in aequitateexaudies nos, Deus salutis nostrae,spes omnium finium terrae et maris longinqui.

7 Firmans montes in virtute tua,accinctus potentia.

8 Compescens sonitum maris,sonitum fluctuum eiuset tumultum populorum.

9 Et timebunt, qui habitant terminos terrae, a signis tuis;exitus orientis et occidentis delectabis.

10 Visitasti terram et inebriasti eam;multiplicasti locupletare eam.Flumen Dei repletum est aquis;parasti frumenta illorum,quoniam ita parasti eam.

11 Sulcos eius irrigans, glebas eius complanans;imbribus emollis eam, benedicis germini eius.

12 Coronasti annum benignitate tua,et vestigia tua stillabunt pinguedinem.

13 Stillabunt pascua deserti,et exsultatione colles accingentur.

14 Induta sunt ovibus prata,et valles abundabunt frumento;clamabunt, etenim hymnum dicent.