Salmos 64

1 Ouve, ó Deus, a minha voz na minha oração; guarda a minha vida do temor do inimigo.

2 Esconde-me do secreto conselho dos maus, e do tumulto dos que praticam a iniqüidade.

3 Que afiaram as suas línguas como espadas; e armaram por suas flechas palavras amargas,

4 A fim de atirarem em lugar oculto ao que é íntegro; disparam sobre ele repentinamente, e não temem.

5 Firmam-se em mau intento; falam de armar laços secretamente, e dizem: Quem os verá?

6 Andam inquirindo malícias, inquirem tudo o que se pode inquirir; e ambos, o íntimo pensamento de cada um deles, e o coração, são profundos.

7 Mas Deus atirará sobre eles uma seta, e de repente ficarão feridos.

8 Assim eles farão com que as suas línguas tropecem contra si mesmos; todos aqueles que os virem, fugirão.

9 E todos os homens temerão, e anunciarão a obra de Deus; e considerarão prudentemente os feitos dele.

10 O justo se alegrará no Senhor, e confiará nele, e todos os retos de coração se gloriarão.

1 Magistro chori. PSALMUS. David.

2 Exaudi, Deus, vocem meam in meditatione mea;a timore inimici custodi animam meam.

3 Protege me a conventu malignantium,a multitudine operantium iniquitatem.

4 Qui exacuerunt ut gladium linguas suas,intenderunt sagittas suas, venefica verba,

5 ut sagittent in occultis immaculatum.Subito sagittabunt eum et non timebunt,

6 firmaverunt sibi consilium nequam.Disputaverunt, ut absconderent laqueos,dixerunt: " Quis videbit eos? ".

7 Excogitaverunt iniqua, perfecerunt excogitata consilia.Interiora hominis et cor eius abyssus.

8 Et sagittavit illos Deus;subito factae sunt plagae eorum,

9 et infirmavit eos lingua eorum.Caput movebunt omnes, qui videbunt eos,

10 et timebit omnis homo;et annuntiabunt opera Deiet facta eius intellegent.

11 Laetabitur iustus in Domino et sperabit in eo,et gloriabuntur omnes recti corde.