Salmos 11

1 No SENHOR confio; como dizeis à minha alma: Fugi para a vossa montanha como pássaro?

2 Pois eis que os ímpios armam o arco, põem as flechas na corda, para com elas atirarem, às escuras, aos retos de coração.

3 Se forem destruídos os fundamentos, que poderá fazer o justo?

4 O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos estão atentos, e as suas pálpebras provam os filhos dos homens.

5 O Senhor prova o justo; porém ao ímpio e ao que ama a violência odeia a sua alma.

6 Sobre os ímpios fará chover laços, fogo, enxofre e vento tempestuoso; isto será a porção do seu copo.

7 Porque o Senhor é justo, e ama a justiça; o seu rosto olha para os retos.

1 Magistro chori. David.In Domino confido, quomodo dicitis animae meae: Transmigra in montem sicut passer!

2 Quoniam ecce peccatores intenderunt arcum,paraverunt sagittas suas super nervum,ut sagittent in obscuro rectos corde.

3 Quando fundamenta evertuntur,iustus quid faciat? ".

4 Dominus in templo sancto suo,Dominus, in caelo sedes eius.Oculi eius in pauperem respiciunt,palpebrae eius interrogant filios hominum.

5 Dominus interrogat iustum et impium;qui autem diligit iniquitatem, odit anima eius.

6 Pluet super peccatores carbones ignis et sulphur;et spiritus procellarum pars calicis eorum.

7 Quoniam iustus Dominus et iustitias dilexit,recti videbunt vultum eius.