Salmos 19

1 Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.

2 Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.

3 Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz.

4 A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol,

5 O qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho.

6 A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor.

7 A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices.

8 Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e ilumina os olhos.

9 O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente; os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente.

10 Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos.

11 Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa.

12 Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos.

13 Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão.

14 Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!

1 Magistro chori. PSALMUS. David.

2 Caeli enarrant gloriam Dei,et opera manuum eius annuntiat firmamentum.

3 Dies diei eructat verbum,et nox nocti indicat scientiam.

4 Non sunt loquelae neque sermones,quorum non intellegantur voces:

5 in omnem terram exivit sonus eorum,et in fines orbis terrae verba eorum.

6 Soli posuit tabernaculum in eis,et ipse, tamquam sponsus procedens de thalamo suo,exsultavit ut gigas ad currendam viam.

7 A finibus caelorum egressio eius,et occursus eius usque ad fines eorum,nec est quod se abscondat a calore eius.

8 Lex Domini immaculata, reficiens animam,testimonium Domini fidele, sapientiam praestans parvulis.

9 Iustitiae Domini rectae, laetificantes corda,praeceptum Domini lucidum, illuminans oculos.

10 Timor Domini mundus, permanens in saeculum saeculi;iudicia Domini vera, iusta omnia simul,

11 desiderabilia super aurum et lapidem pretiosum multum,et dulciora super mel et favum stillantem.

12 Etenim servus tuus eruditur in eis;in custodiendis illis retributio multa.

13 Errores quis intellegit?Ab occultis munda me

14 et a superbia custodi servum tuum, ne dominetur mei,Tunc immaculatus eroet emundabor a delicto maximo.

15 Sint ut complaceant eloquia oris mei,et meditatio cordis mei in conspectu tuo.Domine, adiutor meus et redemptor meus.