Salmos 62

1 A minha alma espera somente em Deus; dele vem a minha salvação.

2 Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha defesa; não serei grandemente abalado.

3 Até quando maquinareis o mal contra um homem? Sereis mortos todos vós, sereis como uma parede encurvada e uma sebe prestes a cair.

4 Eles somente consultam como o hão de derrubar da sua excelência; deleitam-se em mentiras; com a boca bendizem, mas nas suas entranhas maldizem. (Selá.)

5 Ó minha alma, espera somente em Deus, porque dele vem a minha esperança.

6 Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha defesa; não serei abalado.

7 Em Deus está a minha salvação e a minha glória; a rocha da minha fortaleza, e o meu refúgio estão em Deus.

8 Confiai nele, ó povo, em todos os tempos; derramai perante ele o vosso coração. Deus é o nosso refúgio. (Selá.)

9 Certamente que os homens de classe baixa são vaidade, e os homens de ordem elevada são mentira; pesados em balanças, eles juntos são mais leves do que a vaidade.

10 Não confieis na opressão, nem vos ensoberbeçais na rapina; se as vossas riquezas aumentam, não ponhais nelas o coração.

11 Deus falou uma vez; duas vezes ouvi isto: que o poder pertence a Deus.

12 A ti também, Senhor, pertence a misericórdia; pois retribuirás a cada um segundo a sua obra.

1 Magistro chori. Secundum Iduthun. PSALMUS. David.

2 In Deo tantum quiesce, anima mea,ab ipso enim salutare meum.

3 Verumtamen ipse refugium meum et salutare meum,praesidium meum; non movebor amplius.

4 Quousque irruitis in hominem, contunditis universi vostamquam parietem inclinatum et maceriam depulsam?

5 Verumtamen de excelso suo cogitaverunt depellere;delectabantur mendacio.Ore suo benedicebant et corde suo maledicebant.

6 In Deo tantum quiesce, anima mea, quoniam ab ipso patientia mea.

7 Verumtamen ipse Deus meus et salutare meum,praesidium meum; non movebor.

8 In Deo salutare meum et gloria mea; Deus fortitudinis meae, et refugium meum in Deo est.

9 Sperate in eo, omnis congregatio populi,effundite coram illo corda vestra;Deus refugium nobis.

10 Verumtamen vanitas filii Adam,mendacium filii hominum.In stateram si conscendant,super fumum leves sunt omnes.

11 Nolite sperare in violentiaet in rapina nolite decipi;divitiae si affluant, nolite cor apponere.

12 Semel locutus est Deus,duo haec audivi:quia potestas Deo est,

13 et tibi, Domine, misericordia;quia tu reddes unicuique iuxta opera sua.