Salmos 91

1 Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

2 Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.

3 Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

4 Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.

5 Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.

6 Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

7 Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.

8 Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.

9 Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.

10 Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.

11 Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

12 Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.

13 Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

14 Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.

15 Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.

16 Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.

1 Qui habitat in protectione Altissimi,sub umbra Omnipotentis commorabitur.

2 Dicet Domino: " Refugium meumet fortitudo mea, Deus meus, sperabo in eum ".

3 Quoniam ipse liberabit te de laqueo venantiumet a verbo maligno.

4 Alis suis obumbrabit tibi,et sub pennas eius confugies;scutum et lorica veritas eius.

5 Non timebis a timore nocturno,a sagitta volante in die,

6 a peste perambulante in tenebris,ab exterminio vastante in meridie.

7 Cadent a latere tuo milleet decem milia a dextris tuis;ad te autem non appropinquabit.

8 Verumtamen oculis tuis considerabiset retributionem peccatorum videbis.

9 Quoniam tu es, Domine, refugium meum.Altissimum posuisti habitaculum tuum.

10 Non accedet ad te malum,et flagellum non appropinquabit tabernaculo tuo,

11 quoniam angelis suis mandabit de te,ut custodiant te in omnibus viis tuis.

12 In manibus portabunt te,ne forte offendas ad lapidem pedem tuum.

13 Super aspidem et basiliscum ambulabiset conculcabis leonem et draconem.

14 Quoniam mihi adhaesit, liberabo eum;suscipiam eum, quoniam cognovit nomen meum.

15 Clamabit ad me, et ego exaudiam eum;cum ipso sum in tribulatione;eripiam eum et glorificabo eum.

16 Longitudine dierum replebo eumet ostendam illi salutare meum.