Salmos 110

1 Disse o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.

2 O Senhor enviará o cetro da tua fortaleza desde Sião, dizendo: Domina no meio dos teus inimigos.

3 O teu povo será mui voluntário no dia do teu poder; nos ornamentos de santidade, desde a madre da alva, tu tens o orvalho da tua mocidade.

4 Jurou o Senhor, e não se arrependerá: tu és um sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque.

5 O Senhor, à tua direita, ferirá os reis no dia da sua ira.

6 Julgará entre os gentios; tudo encherá de corpos mortos; ferirá os cabeças de muitos países.

7 Beberá do ribeiro no caminho, por isso exaltará a cabeça.

1 David. PSALMUS.Dixit Dominus Domino meo: " Sede a dextris meis,donec ponam inimicos tuos scabellum pedum tuorum ".

2 Virgam potentiae tuae emittet Dominus ex Sion:dominare in medio inimicorum tuorum.

3 Tecum principatus in die virtutis tuae,in splendoribus sanctis,ex utero ante luciferum genui te.

4 Iuravit Dominus et non paenitebit eum: Tu es sacerdos in aeternum secundum ordinem Melchisedech ".

5 Dominus a dextris tuis,conquassabit in die irae suae reges.

6 Iudicabit in nationibus: cumulantur cadavera,conquassabit capita in terra spatiosa.

7 De torrente in via bibet,propterea exaltabit caput.