Salmos 27

1 O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?

2 Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, se chegaram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram.

3 Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, nisto confiaria.

4 Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo.

5 Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; pôr-me-á sobre uma rocha.

6 Também agora a minha cabeça será exaltada sobre os meus inimigos que estão em redor de mim; por isso oferecerei sacrifício de júbilo no seu tabernáculo; cantarei, sim, cantarei louvores ao Senhor.

7 Ouve, Senhor, a minha voz quando clamo; tem também piedade de mim, e responde-me.

8 Quando tu disseste: Buscai o meu rosto; o meu coração disse a ti: O teu rosto, Senhor, buscarei.

9 Não escondas de mim a tua face, não rejeites ao teu servo com ira; tu foste a minha ajuda, não me deixes nem me desampares, ó Deus da minha salvação.

10 Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá.

11 Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e guia-me pela vereda direita, por causa dos meus inimigos.

12 Não me entregues à vontade dos meus adversários; pois se levantaram falsas testemunhas contra mim, e os que respiram crueldade.

13 Pereceria sem dúvida, se não cresse que veria a bondade do Senhor na terra dos viventes.

14 Espera no Senhor, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor.

1 David.Dominus illuminatio mea et salus mea; quem timebo?Dominus protector vitae meae; a quo trepidabo?

2 Dum appropiant super me nocentes,ut edant carnes meas;qui tribulant me et inimici mei,ipsi infirmati sunt et ceciderunt.

3 Si consistant adversum me castra,non timebit cor meum;si exsurgat adversum me proelium, in hoc ego sperabo.

4 Unum petii a Domino, hoc requiram:ut inhabitem in domo Dominiomnibus diebus vitae meae,ut videam voluptatem Dominiet visitem templum eius.

5 Quoniam occultabit me in tentorio suoin die malorum.Abscondet me in abscondito tabernaculi sui,in petra exaltabit me.

6 Et nunc exaltatur caput meumsuper inimicos meos in circuitu meo.Immolabo in tabernaculo eius hostias vociferationis,cantabo et psalmum dicam Domino.

7 Exaudi, Domine, vocem meam, qua clamavi;miserere mei et exaudi me.

8 De te dixit cor meum: " Exquirite faciem meam! ".Faciem tuam, Domine, exquiram.

9 Ne avertas faciem tuam a me,ne declines in ira a servo tuo.Adiutor meus es tu, ne me reiciasneque derelinquas me, Deus salutis meae.

10 Quoniam pater meus et mater mea dereliquerunt me,Dominus autem assumpsit me.

11 Ostende mihi, Domine, viam tuamet dirige me in semitam rectam propter inimicos meos.

12 Ne tradideris me in animam tribulantium me,quoniam insurrexerunt in me testes iniqui,et qui violentiam spirant.

13 Credo videre bona Domini in terra viventium.

14 Exspecta Dominum, viriliter age,et confortetur cor tuum, et sustine Dominum.